You are currently viewing Cidade Acessível em Pauta: Conheça aqui como funciona a política das cidades em relação às consultas odontológicas pelo SUS!

Cidade Acessível em Pauta: Conheça aqui como funciona a política das cidades em relação às consultas odontológicas pelo SUS!

Você com certeza já deve ter conhecido alguém com problemas bucais, talvez ate mesmo dentro do seu próprio meio familiar. Problemas odontológicos é algo muito comum hoje em dia nas famílias brasileiras.

Existe um medo excessivo das pessoas com relação a esse profissional de saúde – o dentista – que na maioria das vezes é injustificável. Além de tudo, há aqueles que acham que para fazer um tratamento odontológico, é necessário ter muitos recursos financeiros.

Mas você sabia que o SUS oferece esse tipo de serviço de graça? Você vai conhecer agora como funciona a política das cidades em relação às consultas odontológicas pelo SUS!

Como é feito o tratamento odontológico pelo SUS nas cidades?

O tratamento odontológico é feito pelo SUS por meio de uma instituição de saúde. Essa instituição pode ser uma clínica popular da prefeitura, uma Unidade Básica de Saúde, hospital, ação comunitária, posto de saúde, entre outros.

A população precisa se dirigir até o local de atendimento e realizar a marcação de sua consulta para fazer o tratamento odontológico. Nessa fase de marcação, é coletado alguns dados pessoais.

Diversos problemas odontológicos podem ser tratados pela rede pública de saúde, entre eles, abcessos, gengivite, restauração, extração, limpeza e muito mais.  

Todas as cidades têm atendimento odontológico pelo SUS?

Essa é uma questão muito importante, pois todos os municípios precisam ter o serviço de odontologia oferecido pelo SUS. No entanto, na prática, o que vemos é que em alguns municípios, aqueles mais carentes, muitas vezes não há profissionais da saúde bucal disponíveis.

Essa é uma questão de gestão política, pois os recursos repassados pelo governo do estado e federal, incluem esses serviços pelo SUS.

Quem pode se beneficiar desse serviço?

Qualquer pessoa pode se beneficiar dos serviços odontológicos disponíveis pelo SUS, independente da localidade, cor, classe social e cultural. Apenas é necessário fazer o cadastramento de dados para ter a consulta marcada.

Entretanto, para alguns tipos de tratamentos é necessário ser encaminhado para outras especialidades médicas.  

Como é feita a seleção dos dentistas?

A própria prefeitura se encarrega de selecionar ou contratar o dentista para trabalhar nas Unidades Básicas de Saúde. Em alguns casos, é possível fazer concursos públicos para atuar em um determinado município. Em casos mais urgentes, a contratação é feita por meio de contratos.

Quem fornece os materiais para os dentistas realizarem consultas pelo SUS?

O kit dentista, como são conhecidos os materiais básicos para o profissional de saúde odontológica trabalhar, é fornecido pela própria prefeitura da cidade. Independente do dentista trabalhar em uma Unidade Básica de Saúde ou em uma ação itinerante, os materiais devem ser fornecidos pela Secretaria de Saúde do município.

Programa Brasil Sorridente

No ano de 2003 foi criado o Programa Brasil Sorridente, por meio da política nacional de saúde bucal, criado pelo Ministério da Saúde.

Esse programa oferece tratamento dentário de forma gratuita para os cidadãos por meio das Unidades Básicas de Saúde dos municípios, além de Unidades Móveis, Postos de Saúde, Centros Especializados de Odontologia (CEO) e Hospitais.

O objetivo desse programa é promover, prevenir e recuperar a saúde bucal da população brasileira.

Deixe um comentário